Jéssica Coelho mandante do caso "Jorge Valério" na mira da Interpol
A cidadã angolana, Jéssica Coelho condenada por ter planeado a morte do namorado Jorge Valério em 2012 esta na lista da Polícia internacional encarregada de crimes que não se restringem às fronteiras de um só país (Interpol).

A mesma foi incluida à lista pelo facto de Tribunal Supremo decidir que a jovem Jéssica Coelho, acusada de ter ordenado a morte do namorado, condenada pelo Tribunal Provincial de Luanda (TPL) a 7 anos e um mês de prisão, deve ficar 8 anos e o motorista, Manuel Lima Bravo, 24 anos na cadeia. 

O mesmo tribunal emitiu um mandado de busca e captura porque suspeita-se que tenham fugido. “O juiz conselheiro relator, Daniel Geraldes Modesto, da Iª Secção da Sala dos Crimes Comuns do Tribunal Supremo, ordena a qualquer oficial de justiça ou agente de autoridade competente que detenha a pessoa abaixo mencionada para ser conduzida a cadeia”, espelha o mandado.

Realçar que Jéssica Coelho, agora com 21 anos de idade, acusada de ter planeado a morte do namorado Jorge Valério, em 2012, tinha sido condenada, no dia 9 de Março do corrente ano, pelo Tribunal Dona Ana Joaquina, a 7 anos e 1 mês de prisão, enquanto os demais réus, Manuel Lima Bravo, António Nhath, João Manuel Mateus e Victor Nsumbo, tiveram como pena 21 anos e 1 mês de prisão.

Na altura, os advogados de Jéssica e Manuel Bravo recorreram para que os seus clientes aguardassem em liberdade provisória pela decisão do Tribunal Supremo (TS), o que no mês de julho, foi aceite. O mesmo tribunal emitiu uma ordem para que tanto a jovem Jéssica, que à data do crime tinha 17 anos, facto que contribuiu para que não fosse condenada a pena superior a 8 anos.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS