Jacob Zuma poderá abandonar a presidência imediatamente
O presidente da África Sul, Jacob Zuma, foi abandonado pelo seu partido por estar envolvido em crimes de corrupção, e tem menos de dois dias para abandonar o cargo.

Devido do seu envolvimento em vários escândalos de corrupção, o líder sul-africano, Jacob Zuma, foi obrigado pelo seu partido ANC, abandonar o cargo de presidente no prazo de 48 horas. 

O caso do presidente Zuma, nos últimos meses originou clima de tensão política em todo espaço sul-africano, com várias manifestações.  

 Antes de chegar à presidência em 2009, Jacob Zuma, foi constituído como arguido em vários processos-crimes, um dos quais, acusado de abuso sexual, isso em 2005, mas acabou absolvido.

Fonte: S África

REAÇÕES

COMENTÁRIOS