INAMET investe 60 milhões de USD para melhoria dos serviços
Sessenta milhões de USD é o valor que o INAMET prevê gastar para aprimorar os seus serviços, garantiu José Carvalho da Rocha, ministro das Telecomunicações e Tecnologia de Informação.

P U B L I C I D A D E

P U B L I C I D A D E

De acordo com o governante, que falava à imprensa, no término de uma visita de trabalho do vice-presidente da República, Bornito de Sousa, ao INAMET, estes valores estão a ser canalizados, sobretudo na formação de quadros, com o apoio da Faculdade de Ciências, da Universidade Agostinho Neto, onde foi criado o Curso de Geofísica, com uma especialidade em Meteorologia.

Referiu que no início da primeira fase foi aprovado um plano estratégico remetido a, diferentes órgãos do Executivo, que disponibilizou a verba e de seguida se encontrou um parceiro credível, no caso a "Meteo France Internacional", que tem apoiado o processo.

Explicou que o principal objectivo da instituição é estar 100 por cento apta para se tornar um órgão que apoie "efectivamente o desenvolvimento do país".

"Este é o nosso objectivo maior, por isso estamos a trabalhar, a formar recursos humanos em diferentes níveis e trazer a tecnologia que vai facilitar a prestação de serviço", adiantou.

Quanto à segunda e última fase, sem adiantar datas e verbas, José Carvalho da Rocha disse que no fim da primeira será feita uma avaliação profunda e dado sequência ao processo de recuperação da rede meteorológica do país, que no passado era de cerca de 300, mas hoje conta com apenas um terço deste número, ou seja, cem.

Fonte: ANGOP

REAÇÕES

COMENTÁRIOS