Igreja Católica não protegeu menores vítimas de abuso sexual
O Papa Francisco admitiu que a igreja Católica não fez o suficiente para proteger as menores que foram vítimas de abuso sexual dentro da igreja.

"Como todos sabemos, a Igreja Católica nos últimos anos tornou-se cada vez mais consciente de que não fez o suficiente no seu seio para proteger os menores: surgiram factos muito sérios dos quais devemos reconhecer a nossa responsabilidade perante Deus, perante as vítimas e perante o público", admitiu o líder da igreja Católica.

Para corrigir a falha, Francisco garante que a igreja Católica estará afincada no combate "aos maus tratos, exploração, tráfico e todas as formas de violência e tortura contra as crianças".

"A Igreja agora sente um dever de se comprometer, de forma cada vez mais profunda, na protecção dos menores e da sua dignidade, tanto dentro da própria igreja como em toda a sociedade”, assegura.

Fonte: Sapo | Igor Silva

REAÇÕES



COMENTÁRIOS