Homem de 54 anos é morto à paulada por feiticismo na Huíla
Um cidadão camponês, de 54 anos, foi morto à paulada por alegadamente ser feiticeiro, no município de Caconda, na província da Huíla.

Segundo a fonte da Angola-Online, a vítima foi espancada brutalmente com golpes de paus, pelos vizinhos, por alegadamente estar associado a práticas de feiticismo.

O cidadão não resistiu aos golpes e acabou por morrer no local, sem ser socorrido.

 A Polícia Nacional naquela província, está investigar o crime para responsabilizar os responsáveis.

Texto: Igor Silva Fonte: Angop

REAÇÕES



COMENTÁRIOS