Governo gastará 65 milhões de dólares para contratar professores cubanos
O novo Governo liderado por João Lourenço, tenciona gastar cerca de 64,6 milhões de dólares para contratar professores universitários de origem cubana.

A confirmação foi feita pelo secretário do Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Angola (SINPES), Eduardo Peres Alberto, garantindo que caso o actual executivo apostar nos professores expatriados estará começar mal.

“Há muitos problemas pendentes e que achamos que esse executivo deve assumir”, sublinhou o sindicalista, como “a melhoria significativa dos salários, acertos de categoria e melhores de condições de trabalho”.

A Angola-Online sabe que o executivo angolano contratou a empresa cubana Antex para recrutar professores do ensino superior no ramo da saúde, por 37,2 milhões de dólares a 27,4 milhões de dólares.

VOA

REAÇÕES



COMENTÁRIOS