Funcionários da EPAL cobram 30 mil kzs para pôr água nas residências da Caop C
Dois meses depois da EPAL ter posto torneiras de água nas residências da Caop C, em Viana, os funcionários desta empresa pública estão a pedir 30 mil kzs aos moradores para as torneiras jorrarem o precioso líquido.

No âmbito das mais de três mil ligações, a Empresa Pública de Águas, no município de Viana, bairro Caop C, pôs torneiras nas residências desta zona de Luanda, ‘’mas não fez a ligação com a conduta’’ que ali passou. Segundo os moradores, os funcionários da EPAL estão a cobrar 30 mil kzs para que as torneiras possam jorrar água.

‘’Desde que puseram as torneiras no mês antepassado, a EPAL tapou os tubos mas não fez as ligações. Nos últimos dias tem passado alguns funcionários a cobrar 30 mil kzs para fazerem a ligação, e termos água. Mas como é que vamos pagar este todo valor, se o ministério da Energia e Águas, anunciou que as ligações são gratuitas?!’’, questionou um morador.

Agastados com a situação, os moradores fizeram saber que aquando da instalação das torneiras, os funcionários cobravam de casa em casa 500 kzs.

‘’Quando estavam a pôr as torneiras nos cobraram 500 kzs, quem não desse, davam muita volta para pôr’’, contou o mesmo cidadão.

Revoltado, um outro morador disse que alguns moradores com possibilidade estão a pagar as cobranças injustas.

‘’Os vizinhos que têm dinheiro estão aceitar a pagar, e já consomem água mesmo não tendo contrato, e nós que não temos, ficamos sem água. Será que não temos direitos?!’’, questiona.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS