Foram encerradas cinco bombas de combustíveis
Cinco bombas de combustíveis foram encerradas por suposto contrabando e funcionamento ilegal na fronteira do Canzar, comuna do município de Cambulo, província da Lunda Norte.

A informação foi avançada hoje, quarta-feira, na cidade do Dundo, pelo porta-voz da comissão de trabalho da Operação Resgate na província, Alcides Cazanguia, para quem a existência das bombas ilegais incentiva o desvio de combustível à cidade do Dundo para ser vendido às noites no mercado congolês.

Informa, no entanto, que as cinco bombas de combustíveis podem ser reabertas tão logo sejam legalizadas e criadas condições de segurança, sob forte fiscalização, cuja comissão para o efeito já está criada.

A localidade de Canzar faz fronteira com cinco províncias da República Democrática do Congo (RDC), que, em conjunto, possuem uma população estimada em 30 milhões de habitantes.

Lançada em Novembro de 2018, a “Operação resgate” visa resgatar a autoridade do Estado, combater o crime e a imigração ilegal, reforçar a ordem pública, ordenar a venda ambulante e travar o comércio ilegal de acessórios de viaturas, bem como recuperar valores como o respeito pelo bem público e pelo próximo.

Fonte: Jornal de Angola

REAÇÕES

COMENTÁRIOS