Falsificadores do «Pau Grande» detidos pela polícia
Os cidadãos de 56 e 43 anos de idade, que se dedicavam na falsificação de documentos diversos, no Cazenga (Pau Grande), foram apresentados ao Ministério Público nesta segunda-feira, em Luanda, com mais de 150 carimbos de várias instituições públicas.

De acordo com o porta-voz da polícia do Cazenga, inspector chefe Luís Pedro, durante o balanço das últimas 24 horas, estes cidadãos procurados a muitos anos os foram flagrados no interior de um colégio privado, no bairro Cazenga, rua do Sete e Meio onde realizavam tais práticas.

Em sua posse, foram encontrados 41 recibos de títulos de propriedade, quatro bilhetes de identidade, 10 verbetes provisórios, 12 talões de cheques, cinco certificados de habilitações literárias, duas cédulas marítimas e uma cédula pessoal.

Foram apreendidos também, 175 carimbos falsos de diversas instituições públicas, nomeadamente ministério da Justiça, Interior, Saúde, Defesa, Direcção Nacional de Viação e Transito, do SIAC do Talatona, Bengo, Malange e Zaire respectivamente.

Um dos acusados em declarações, alegou que foi torturado e pressionado a assinar um documento que o obrigava a assumir o crime.

Angola-Online sabe que, as práticas pelo que os homens são acusados, ocorrem a mais de 20 anos nesta mesma cidade.

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS