Faia mostra o seu “fire” no MMA
A ex-judoca angolana Antónia de Fátima Moreira "Faia" conquistou o cinturão da categoria de 61 kg do Campeonato Internacional de MMA (artes marciais mistas), disputado na cidade de Pretória, na África do Sul, ao derrotou a sul-africana Christine Wolmarrans.

Para conseguir o feito, “Faia” precisou de apenas dois rondes dos cinco previstos, deixando a adversário incapaz, depois de sofrer rudes golpes, principalmente no rosto. 

Na sua estreia, em Junho de 2018, na mesma cidade sul-africana, a representante do país já havia vencido Christine Wolmarrans.

Em função do triunfo, a manager da atleta, Anzeye das Neves, considerou à Angop importante passo na carreira da mesma e do desporto angolano, prometendo trabalhar arduamente para que se possa encontrar a adversária para o próximo combate de defesa do cinturão.

Natural do município do Cazenga (província de Luanda), Antônia de Fátima “Faia" é a judoca com mais títulos ao serviço da Selecção Nacional de todos os tempos, iniciou a sua nova carreira no MMA há dois anos, após terminar o judo nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Fonte: Angop | Fotos: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS