Escolinha Quixibo José Ngola é o nome do projecto criado pelo jovem Quixibo José Ngola, com o objectivo de educar as crianças que não estão inseridas no sistema de ensino, ocupar as que estão inseridas, e dota-las de conhecimentos académicos e artísticos.

Criada há dois anos, a Escolinha QJN está localizada no Cassenda, em Luanda, e funciona no humilde quintal de Quixibo José, lecciona apenas o primeiro ciclo, e conta com mais de 40 crianças com idades compreendidas entre os 4 e 14 anos de idade, residentes nos bairros Cassenda e Prenda.

A frequentar o segundo ano do curso de Contabilidade e Finanças, no Instituto Superior Politécnico de Ciências e Tecnologia (INSUTEC), José conta que não tem sido fácil gerir os estudos e a Escolinha, mas é ‘’prazeroso’’, por isso conta com ajuda de amigos e familiares. Revela que o gosto de ensinar a ler e escrever as crianças é de família, e foi motivado pelo irmão que há 10 anos ministrava preparatório grátis para os candidatos ao ensino superior. 

Quando chove as aulas na Escolinha têm sido canceladas, visto que o quintal não está coberto. Umas das outras dificuldades que a Escolinha tem enfrentado é a falta de materiais didácticos, apoios para visitar museus, bibliotecas e outras instituições, bem como a falta de apoios para gravação de músicas escritas pelas crianças.

Apesar das dificuldades, José tem envidado esforços para realização de actividades extras. No ano passado levou as crianças para museus, bibliotecas, festivais e uma estação radiofónica.

A escrever um livro onde abordará sobre a ‘’Nova Forma de estudar em Angola’’, José defende que a ‘’formação académica deve estar acompanhada com a arte ou desporto’’ para que tenhamos crianças mais saudáveis e inteligentes. José aponta os músicos Puto Prata e Erica Nelumba, como exemplos do casamento perfeito entre a formação académica e a arte.

Marcemiro Andrade Catumbila, é umas das provas do trabalho árduo da Escolinha QJN, aos 7 anos de idade, o pequeno já sabe ler e escrever. Está dar os primeiros passos no mundo da música, e por influência de Quixibo José, sonha ser professor.

Fruto da sua dedicação em prol da educação das crianças, o projecto Escolinha Quixibo José Ngola, venceu no ano transacto o prémio Jovens da Banda na categoria ‘’Acção Social’’.

Quixibo não pretende tornar a Escolinha em colégio, escola ou creche, mas sim,’’ fazer o que as escolas não fazem.’’ ‘’Quero que as crianças não tenham somente a formação académica, mas também que aprendam arte. Que aprendam a cantar, declamar e escrever livros…’’

Em 2017, o projecto Escolinha pretende entrar em convénio com as escolas onde estão inseridas algumas crianças, para que haja um acompanhamento do aproveitamento das mesmas. Igualmente, pretende estar num lugar mais cómodo e espaçoso para que possa aumentar o número de crianças, por isso pede ajuda das instituições públicas e privadas.

Para quem pretende apoiar o Projecto Escolinha Quixibo José Ngola, pode entrar em contacto através dos terminais 928 82 51 65 / 936 99 15 10 ou pela conta do facebook - Escolinha Quixibo José Ngola.

Em anexo, uma das músicas escrita e cantada pelas crianças da Escolinha Quixibo José Ngola.

Kuduro Da Escolinha Do Adilson by ANGOLA-ONLINE

REAÇÕES

1
0
5
0
0
0
0
0

COMENTÁRIOS