Escolas sem aulas por falta de energia em Benguela
Cerca de três instituições públicas de ensino em Benguela, estão condicionadas à prestação de serviços no período noturno, há já um mês, fase aos cortes de fornecimento de energia eléctrica, devido ao não pagamento das contas da ENDE durante um ano, equivalentes a 11 milhões de kwanzas.

Segundo o director da Repartição Municipal de Educação de Benguela, José Januário, as referidas escolas estão sem energia, porque a Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE) procedeu a cortes no fornecimento por falta de pagamento.

O responsável adiantou que o problema já é do conhecimento do Governo Provincial, que baixou orientações para sua solução, mas até o momento não houve qualquer resposta da ENDE. “As escolas são instituições públicas e não deveriam ser tratadas como particulares”, enfatizou. 

José Januário deu a conhecer que são no total, dois mil e 963 estudantes prejudicados, das escolas do I ciclo, 10 de Fevereiro, BG - 1109 e BG – 104, numa altura em que a dívida está estimada em cerca de 11 milhões de kwanzas, correspondente há mais de um ano de consumo.

Fonte da direcção local da ENDE, avançou que, o corte deriva exactamente da falta de pagamentos por muitos anos, o que também está a criar sérios problemas de liquidez à empresa. 

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS