ENI anuncia nova descoberta de petróleo no «offshore» de Angola
A petrolífera italiana ENI anunciou hoje (14) ter descoberto um novo poço de petróleo leve em águas profundas no Bloco 15/06, em Ndungu, estimado em 250 milhões de barris, e que aparenta ter potencial para a exploração comercial.

O referido poço Ndungu-1 NFW está localizado a aproximadamente 130 quilómetros da costa, cerca de 10 quilómetros a noroeste do FPSO de N'goma - pólo oeste 9 e a cerca de 2 km do campo de produção de Mpungi ( FPSO é o navio para a exploração, armazenamento de petróleo e/ou gás natural e escoamento da produção).

Perfurado pelo navio-sonda Poseidon, o poço encontra-se numa profundidade de água de 1.076 metros e atingiu uma profundeza total de 4.050 metros.

Os dados adquiridos no poço Ndungu-1 indicam uma capacidade de produção, para o fluxo do poço, de mais de 10 mil barris de petróleo por dia.

De acordo com a ANPG, o mesmo poço representa a primeira importante descoberta de petróleo feita em Angola dentro de uma área de desenvolvimento já existente.

O mesmo confirma também a importância da recente oportunidade legislativa, com a publicação do Decreto Legislativo Presidencial nº 5718, de 18 de Maio de 2018, que estabelece o regime jurídico sobre as actividades de pesquisas dentro das áreas de desenvolvimento.

A ENI detém 36,8421% da parceria no bloco 15/06, o mesmo valor da petrolífera estatal angolana Sonangol P&P, contando ainda com a SSI Fifteen Limited (26,3158%), com as três empresas a garantir que vão acelerar o processo para o desenvolvimento da extração e produção.

Fonte: Africa21

REAÇÕES

COMENTÁRIOS