Empresa de Kundi Paihama deixa trabalhadores 4 meses sem salário
Os trabalhadores da Plurijogos, empresa que detém o Casinos de Angola, do general na reserva e antigo governador do Cunene, Kundi Paihama, estão há mais de quatro meses sem salários.

Segundo a informação enviada para redacção da Angola-Online, os mais de mil trabalhadores vão cruzar os braços nos próximos dias. De acordo com mesma informação, é de ajuda, dívidas e biscatos, que muitos deles vivem nestes 4 meses de salários em atraso. 

Pela falta de salário, muitos trabalhadores foram expulsos de casa pelo não pagamento da renda, e os filhos estão fora do sistema de ensino. Uma situação preocupante, por isso, muitos deles exigem a demissão da actual PCA, curiosamente filha de Kundi Paihama. 

A empresa vive momentos difíceis, prova disso, foi a reestruturação que a mesma sofreu no início do ano, pelo antigo presidente da Comissão Executiva, devido a queda de pelo menos 80% das receitas. 

Mas Angola-Online sabe que, o Instituto de Supervisão de Jogos (ISJ), arrecada, anualmente, junto dos casinos e salas de jogos "fortuna ou azar", trezentos milhões de kwanzas. 

Fonte: Redação

REAÇÕES

COMENTÁRIOS