Empresa aumenta o preço da cerveja por causa do IVA
CEO do Grupo Castel diz que IVA aumenta custos de produção. Finstar, que detém a Zap, refere que novo imposto tem impacto “obrigatório” no preço final.

O Grupo Castel vai actualizar os preços das suas cervejas em 9% devido à implementação do IVA, revelou nesta quarta-feira o CEO da empresa. 

Segundo Philippe Frédéric, que falava em Luanda num debate sobre o novo imposto, promovido pela Miranda Alliance e Fátima Freitas e Associados, o aumento irá ocorrer para cobrir o aumento de custos de produção gerado pelo IVA.

Actualmente, explicou o gestor da companhia que fabrica as cervejas Cuca, Nocal e Eka, entre outras bebidas, incide sobre a cerveja o Imposto de Consumo, de 30%.

Com a entrada em vigor do IVA, a 1 de Outubro próximo, será aplicada uma taxa de 14%, a que acresce o Imposto Especial de Consumo, de 16%. “Os nossos estudos indicam um impacto de 9% sobre os custos”, disse o CEO, que garantiu que a subida a repercutir nos consumidores “não é especulativa”.

Fonte: Mercado

REAÇÕES

COMENTÁRIOS