Edifícios do Kilamba e Sequele apresentam sinais de desabamento
Com menos de 15 anos desde que foram erguidos, os edifícios das centralidades do Kilamba e Sequele, estão em mal-estado de conservação.

Muitos edifícios das duas centralidades estão com fissuras enormes que fazem vazar água para o interior dos apartamentos. Só no Sequele por exemplo, a administração recebe por mês mais de cem reclamações.

A situação inquieta os moradores que sentem-se inseguros habitando em apartamentos com várias fissuras, e são obrigados a pôr banheiras na sala de estar e outras zonas de casa, por causa da quantidade de água dos tubos de canalização. 

Situadas em Luanda, as duas centralidades foram construídas com financiamento e empreiteiros chineses, e não têm ainda 15 anos.

Fonte: TPA

REAÇÕES

COMENTÁRIOS