O jornalista e director-executivo do Jornal de Angola, Kumuênho da Rosa, lamentou na passada sexta-feira, 16, durante o programa ‘’Falar Claro’’ emitido pela cadeia televisiva pública, TPA, o facto de até ao momento a organização do prémio Nobel não atribuir ao Presidente da República José Eduardo dos Santos, o prémio Nobel da Paz, pelos seus feitos em prol da estabilidade de Angola, África e do mundo.

"Olhamos, hoje, o trabalho feito pelo Comité Nobel, penso ser muito mau. Digo-vos e é a minha opinião, quero sublinhar isso: o mundo perdeu uma boa oportunidade de atribuir o Nobel a uma pessoa que trabalhou e continua a trabalhar muito pela Paz, não só em África, mas no mundo, que é o Senhor José Eduardo dos Santos”, disse Kumuênho da Rosa.

Kumuênho da Rosa lamentou ainda, o não reconhecimento da comunidade internacional dos feitos de José Eduardo dos Santos, para estabilização de Angola.

“Em 2002, quando se conseguiu o Acordo de Paz, que Angola vive até hoje (já lá vão 14 anos), o Comité Nobel e, de uma maneira geral, a Comunidade Internacional não conseguiram mobilizar-se, unir-se, para reconhecer esse feito, que Angola até hoje mostra ao mundo”, lamentou.

Presidente da República José Eduardo dos Santos, merece ganhar o prémio?

Presidente da República José Eduardo dos Santos, merece ganhar o prémio?

REAÇÕES

3
0
0
0
11
28
5
0

COMENTÁRIOS