Delinquentes violam até a morte duas jovens e deixam uma em coma
Os moradores do bairro Papa Simão, em Viana, continuam a viver dias de terror, três jovens foram espancadas e abusadas sexualmente, duas perderam a vida, uma encontra-se hospitalizadas com as pernas partidas entre a vida e a morte.

Parece que os delinquentes estão a cumprir com a promessa feita aos moradores do bairro Papa Simão, que vão matar dez jovens mulheres. 

Depois do assassinato de quatro jovens no mês passado, os delinquentes voltaram a matar. Por volta das 19 horas da passada sexta-feira, 20, três jovens foram abusadas sexualmente e espancadas brutalmente, duas perderam a vida, uma no local e outra no hospital. Uma outra vítima está em estado grave num dos hospitais de Luanda.

O crime ocorreu nas imediações da fábrica de blocos, do lado oposto a primeira rua do bairro Seis. Os seguranças da referida fábrica nada puderam fazer para impedir o crime.

Em declarações à Angola-Online, os moradores, em estado de pânico, pediram a rápida intervenção da Polícia para evitar mais mortes de jovens mulheres. Por outro lado, apelam a administração local a garantir a iluminação pública e fornecimento de energia, uma vez que, na zona há constantes cortes de energia eléctrica.

Recorde-se, a Angola-Online publicou a informação da carta deixada pelos marginais em que ameaçavam fazer mais seis vítimas mortais, todas mulheres.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS