Criminalidade atormenta moradores do Zango
Os moradores do Zango 3 e 4, no município de Viana, estão preocupados com o elevado índice da criminalidade nesta região a norte de Luanda.

A partir das 18 horas os homens do crime tomam conta das ruas, roubando e espancando os cidadãos não tendo em posse bens valiosos. Alguns mesmo chegam a ser feridos com objectos contundentes. 

Com o início do ano lectivo, em que existe adolescentes de 15 anos, no período nocturno devido a escassez de salas de aulas, os estudantes sentem-se intimidados porque os delinquentes ficam a espera a porta das escolas e nas esquinas, para subtrair os seus bens. 

“Mesmo a sair em grupo os marginais nos perseguem com lâminas, facas e garrafas, alguns grupos têm armas, pedem dinheiro, quem não tem é agredido e ferido. Somos obrigados a reservar dinheiro para lhes entregar só para não nos ferirem”, conta Florinda António, estudante.

Os cidadãos que saem tarde do trabalho também não são poupados pelos amigos do crime. 

“Há muita gente que sai tarde do serviço, se chegas em casa sem te mexerem deves agradecer à Deus, porque aqui  é um estado de sitio”, diz senhor Pinto. 

Muitos marginais estão devidamente identificados, moram na circunscrição, e no período diurno fumam nas casas abandonadas.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS