Comandante Municipal do Talatona pede uso de força letal
Joaquim do Rosário, Comandante Municipal do Talatona ordenou que os seus agentes não levassem pessoas detidas no comando sob pretexto de posses ilegais de armas de fogo.

Publicidade

Publicidade

Falando durante uma parada no comando municipal de Talatona, o subcomissário Joaquim do Rosário, Comandante Municipal daquele município que nos últimos dias tem sido palco de confrontos entre polícias e delinquentes, ordenou que os seus agentes não levassem pessoas detidas no comando sob pretexto de posses ilegais de armas de fogo.

“Estamos proibidos de ter elementos presos por posse de armas de fogo. Reagem e tomam medidas”, ordenou o oficial, recordando que não está aí para brincar de gato e rato.

“A partir deste momento que estou a falar, e são ordens que recebemos do Comandante-em-chefe, vamos reagir. Seja lá onde nós estivermos, sei que vocês são capazes de usar aquilo que vocês aprenderam e pormos a ordem neste município de Talatona”, ordenou.

O CRIME

REAÇÕES

COMENTÁRIOS