Colégios estão proibidos aumentar preço da propina
As instituições de ensino privado estão proibidas de aumentar o preço das propinas sem autorização dos órgãos competentes.

O Ministério da Educação proibiu os colégios aumentar o preço das propinas e outros emolumentos. 

“É proibido cobrar pela matrícula ou confirmação de matrícula de um aluno 50% acima do valor da propina ou exigir o pagamento de uma joia de inscrição para a utilização do transporte escolar, sob pena de aplicação de sanções às instituições em causa,” deu a conhecer o Ministério da Educação.

Três colégios, nomeadamente, Colégio Fermas, Luanda Internacional School e o Colégio Angolano de Talatona, foram levados a barra do Tribunal pela a Associação Angolana de Defesa do Consumidor (AADIC), por aumentarem de forma ilegal as propinas.

REAÇÕES



COMENTÁRIOS