Cineastas contra Netflix devido a função que acelera exibição de conteúdos
Alguns cineastas dirigiram duras críticas contra a Netflix, por ter testado uma função que permite acelerar a exibição de conteúdos programáticos, nesta plataforma.

A Netflix começou a testar no Android uma opção que permite acelerar a exibição dos vídeos e, enquanto alguns usuários estão felizes com a possibilidade de maratonar séries mais rápido, a novidade tem gerado polémica em Hollywood.

Após a empresa confirmar que está testando a funcionalidade, directores e produtores de filmes se mostraram descontentes com o serviço de streaming.

O co-diretor da premiada animação Homem Aranha no Aranhaverso, Peter Ramsey, xingou a atitude da empresa no Twitter e não economizou nas críticas para a Netflix. "Tudo tem que ser projectado para os mais preguiçosos e sem gosto?", questionou o cineasta.

O diretor Peyton Reed, que trabalhou em Homem-Formiga, definiu a funcionalidade como uma "ideia terrível" e disse que "todos os directores vão lutar contra" a opção de acelerar conteúdos. Já Brad Bird, responsável pela animação Os Incríveis, foi mais metafórico e definiu a novidade como "mais um corte na já ensanguentada experiência de cinema". 

A funcionalidade do serviço de streaming, foi tão rejeitada em Hollywood que até parceiros da empresa estão se mostrando contra a ideia como é o caso do comediante Judd Apatow, que criou a série Love exclusivamente para a Netflix, disse que a novidade pode atrapalhar o "timing" das produções e descaracterizar filmes e séries. "Deixe as coisas serem como tem que ser", escreveu o produtor.

Fonte: Tecmundo

REAÇÕES

COMENTÁRIOS