Cidadãos manifestam para o repatriamento de capitais justo
No Dia da Juventude Angolana, centenas de cidadãos, a maioria jovens, manifestaram no Largo da Independência, em Luanda, para exigir o repatriamento justo do dinheiro tirado ilicitamente do país.

A manifestação foi totalmente pacifica. Segundo a promotora, Laura Macedo, o “ladrão não pode virar padrão”, deve existir um processo judicial para os prevaricadores.

“Queremos que o dinheiro venha para o Estado e o Presidente da República salte a história do voluntarismo e entre logo na forma coerciva", defende. 

A Proposta de Lei de Repatriamento de Recursos Financeiros Domiciliados no Exterior do País, de iniciativa do Presidente da República, e o Projecto de Lei do Regime Extraordinário de Regulação Patrimonial (RERP), proposto pela UNITA, o maior partido da oposição, estão em apreciação na Assembleia Nacional.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS