Cidadão diz que o policial morto deve ser o herói de 5 de Novembro
O cidadão nacional, identificado por Sílvio Lobato, usou as redes sociais onde descreveu a posição do policial morto, que vai a enterrar hoje, sábado, que em defesa dos inocentes, perdeu a sua vida, justamente no mês em que se comemora o dia dos heróis tombados por esta nação.

Publicidade

Publicidade

“Se por um lado não podemos nos iludir com a natureza humana, no que toca a sua  depravação e a necessidade peremptória de Cristo como seu Salvador, do outro, é também verdade que a graça que actua na natureza criada, faz do homem mau, manifestante de obras moralmente louváveis”, observou.

Sílvio disse também que, não obstante o pecado depravá-lo, a graça ilumina sua consciência e comunica o senso moral e correcto das coisas, ainda que esta comunicação não o habilite à salvação em Cristo.

“Assim sendo, vimos o herói de 5 de Novembro, e que deverá ser lembrado sempre, homem que em defesa dos inocentes, com bravura lutou em favor destes, para que nas incertezas que o momento proporcionara, uns e outros pudessem sair com vida”, referiu.

“Na verdade todos os inocentes saíram, excepto o bravo herói policial, assim tombou um verdadeiro herói, num mês em que celebramos os heróis tombados, o mesmo pintou um quadro sobre a PN, que nos levará agora a fazer observações mais cuidadas sobre os nobres e os corruptos, sobre o trigo e o joio existente nesta corporação paramilitar” salientou.

O cidadão endereçou igualmente profundos sentimentos de pesar, a família em luto, ao Comando de operações da PN no Talatona, colegas, amigos e a sociedade em geral, enfatizando que este homem terá sempre o seu respeito.

A Graça Divina, Deus em sua Bondade para com os homens. Lê-se.

Por: Armando Maquengo / Fonte: Silvio Lobato Figueira

REAÇÕES

COMENTÁRIOS