Cidadão de 50 anos abusa filha de 3 anos de idade
Um cidadão de 50 anos, está a ser acusado de abusar a filha adotiva de apenas 3 anos de idade, com quem vive há um ano no bairro Morro Bento, em Luanda.

A denúncia foi feita pelos familiares à Angola-Online, que contam a criança foi adotada aos dois anos de idade, num dos centros de acolhimento de Luanda, pelo facto da mulher do agressor ser estéril. 

Há um ano a viver com a criança, segundo familiares, senhor Santos, como é identificado, oficial aposentado da Marinha de Guerra, respondeu pela área logística, abusou sexualmente a menor na quarta-feira, 20. 

Segundo familiares não é a primeira vez que a menor é abusada, e ainda não foi denunciado à polícia porque a família vai reunir com o casal amanhã, sábado.

Informações reveladas pelos familiares à Angola-online, revelam que o agressor é seropositivo, e não deixa “as pessoas brincar com a criança.”

REAÇÕES



COMENTÁRIOS