Chuva mata e inunda mais de duas mil casas em Luanda
A chuva desta terça e quarta-feira, inundou mais de duas mil residências, deixou ruas intransitáveis, pessoas feridas e mortas. A ENDE foi obrigada a desligar a energia em algumas zonas da capital.

Luanda voltou a sentir a força da chuva, que fez duas vítimas mortais e três feridos, inundou duas mil casas e deixou ruas intransitáveis. Muitas famílias ficaram ao relento e pedem ajuda as autoridades.

Numa ronda feita pela Angola-Online nos bairros dos Pescadores, Cerâmica e Paraíso, no Cacuaco, um dos municípios mais afectados, muitas famílias estão ao relento e perderam maior parte dos seus bens.

Cenário não diferente é observada em Viana, onde muitas bacias de retenção transbordaram, provocando a inundação de várias residências. 

 De acordo o Corpo de Protecção Civil e Bombeiros, uma criança e adulto perderam a vida, e um cidadão encontra-se desaparecido depois de ser arrastado pelas correntes das águas. 

As fortes chuvas obrigaram a ENDE restringir o fornecimento de energia em algumas zonas da capital.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS