Bié pretende oferecer merenda escolar com produtos do campo
O Governo da província do Bié, pretende oferecer a partir de 2020, merenda escolar aos alunos, a base de produtos do campo, nomeadamente a banana, batatas doce e rena, soja e feijão.

Publicidade

Publicidade

O Governo da província do Bié, informou nesta quarta-feira que está a trabalhar com o Ministério da Educação, empresários, cooperativas e associações de camponeses, para introdução de produtos do campo, no Programa de Merenda Escolar, em prol do usufruto dos alunos.

O responsável explicou que a merenda escolar, composta por produtos agrícolas além de ser menos dispendiosa para os cofres do governo local, permite com que os camponeses participem no processo, através da venda dos produtos às administrações municipais e às escolas.

Segundo o governante, o programa visa essencialmente evitar desistências de alunos das escolas devido à fome, mormente os de famílias carenciadas, potencializar o sucesso escolar na região e valorizar os produtos do campo.

No presente ano lectivo, foi já investido no Programa da Merenda Escolar na província do Bié 49 milhões 863 mil 719 kwanzas, que beneficiou 23 mil 767 alunos do ensino primário de 52 escolas.

O programa é implementado nos municípios de Catabola, Camacupa, Cuemba, Cunhinga, Andulo, Nhârea, Chitembo, Chinguar e Cuito, abrangendo apenas os alunos de escolas nas zonas rurais e suburbanas, cujos pais ou encarregados de educação com poucos recursos financeiros ou que vivam em condições socioeconómicas consideradas difíceis.

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS