Belarmino Van-Dúnem nega qualquer envolvimento em acto criminoso
Belarmino Van-Dúnem, constituído arguido no âmbito da investigação de uma tentativa de burla de 50 mil milhões USD ao estado, manifestou o seu “desânimo e apreensão” por ver o seu nome publicamente divulgado pela Procuradoria-Geral da República, PGR.

Segundo Belarmino Van-Dúnem, já ouvido pela PGR, fez saber que, a mesma instituição está a violar a presunção de inocência. 

“Não obstante já ter colaborado com as autoridades, ter dado toda a documentação e ter explicado os estatutos da instituição, mesmo assim vejo que há uma violação da presunção constitucional de inocência”, e acrescentar que, “no fim se vai saber aqueles que vão a julgamento e aqueles que não têm nada a ver com o processo”.

Numa entrevista concedida à TPA sabe Angola-Online que, Belarmino Van-Dúnem, alegou que, “Em nenhum momento eu terei praticado qualquer acto administrativo irregular e fora das minhas atribuições, que pudesse transparecer que iria participar em qualquer acto criminoso, tal como se faz transparecer”.

O mesmo fez saber que, desconhece os outros arguidos no processo que está ser investigado.  “Sempre agimos com lisura. Não há nenhum envolvimento meu, pessoal e com estas pessoas, não os conheço, não tenho nenhuma relação nem com os nacionais nem com os estrangeiros”. 

Fonte: JA

REAÇÕES

COMENTÁRIOS