Árbitro «anula» sonho africano na presença de vídeo-árbitro
Argentina sofreu muito para vencer ontem a Nigéria, por 2-1, assegurando assim a passagem aos oitavos-de-final do Mundial, em jogo da terceira jornada da fase de grupos.

O jogo ficou marcado com o lance polêmico no segundo tempo, quando o defesa argentino, Marcos Rojo, toca a bola com o braço numa disputa aérea com Ighalo.

O árbitro turco Cuneyt Cakir recorreu às imagens disponibilizadas pelo vídeo-árbitro, mas decidiu não marcar pénalti.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS