Angolana poderá cumprir 30 anos de prisão na Itália
Uma angolana de 54 anos, cujo nome ainda não foi revelado, foi detida pelas autoridades uruguaias por ser considerada uma das supostas líderes duma máfia italiana.

Segundo o NJ, a operação policial realizada na região de Punta Del Este, no sudeste do Uruguai, tinha objectivo deter Rocco Morabito, um dos chefes da máfia italiana mais procurados de sempre, popularizado como "Rei da Cocaína", mas culminou com a detenção da angolana e outros comparsas.  

De acordo com informações que Angola-Online teve acesso, a angolana foi detida na casa de luxo onde vivia Rocco Morabito, na região de Punta del Este, no sudeste do Uruguai. E segundo a legislação Uruguaia, a angolana poderá ser condenada a 30 anos de prisão, e cumprirá na Itália a pena, após o julgamento e três meses de prisão no Uruguai.

A operação culminou também com apreensão de 13 telemóveis, uma pistola Glock 9, 12 cartões de crédito, dois automóveis, mais de 50 mil dólares em dinheiro e 150 fotografias tipo passe de Morabito, vestido de diferentes formas e com diferentes tons de pele.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS