Angolana com doença cardiovascular é abandonada em Portugal
A angolana Simone Latoia Baltasar de Sacramento, padece há sete anos de doença cardiovascular, foi a Portugal em tratamento médico com ajuda da Junta Médica Angolana, sem fazer todos os exames, foi abandonada em Portugal. Vive na rua, sem apoio da Embaixada angolana.

Assista o vídeo:

A jovem angolana, num vídeo enviado à Angola-Online, conta que foi enviada a Portugal para tratamento, depois de ser avaliada pelos médicos do Hospital Josina Machel, em Luanda, visto que em Angola não se faz o exame recomendado. 

Posto em Portugal, Latoia não teve um médico, fez apenas três exames, mas não lhe foi entregue o relatório médico para apresentar em Angola. E foi abandonada pelas autoridades angolanas naquele país, incluindo a Embaixada, e expulsa da pensão para doentes. Actualmente está viver nas ruas de Portugal e pede ajuda para regressar ao país. 

REAÇÕES



COMENTÁRIOS