Angola investe 180 milhões de euros para modernização do INAMET
A modernização visa melhorar os serviços do Instituto de Meteorologia e Geofísica (INAMET), com maior realce em matérias de previsões do tempo.

A informação foi avançada, pelo secretário de Estado para as Tecnologias de Informação, Manuel Homem, que procedeu ao lançamento formal do projecto de modernização do INAMET, onde a partir de Dezembro deste ano, terá mais eficiência na previsão meteorológica, oferecendo maior precisão em termos de mudança do tempo em todo o país.

O projecto, que conta com a parceria da Meteo France International (MFI), está avaliado em 180 milhões de euros e é financiado pelo banco Société Générale e durante a sua implementação vai trazer benefícios visíveis para o país.

O director do Inamet, Domingo do Nascimento, garantiu que a sua instituição será modernizada para enfrentar os grandes desafios nacionais e internacionais e, consequentemente, melhorar a disponibilização da qualidade de informação metereológica.

“Com esta modernização, as previsões meteorológicas serão feitas com mais precisão”, disse o director para sublinhar que haverá melhor cobertura de observação em todo o país, melhor serviço à comunicação social, principalmente a televisão.

O director do Inamet salientou que a exigência mundial estabelece que as previsões devem estar próximas dos 80 por cento do grau da certeza, sublinhando que os resultados que têm sido apresentados no país, estão muito próximos desta realidade, com cerca de 60 por cento.

Já o Carlos Sebastião, do departamento de tecnologia e informação do ministério do Ambiente, em entrevista a Angola-Online, acredita ser uma boa iniciativa, porque trará muitos benefícios não só as pessoas como também as instituições do país.

Fonte: Jornal de Angola

REAÇÕES

COMENTÁRIOS