André da Silva Neto vai deixar à presidência da CNE
Cinco candidatos estão na corrida para o cargo de presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), em substituição de André da Silva Neto, que cumpriu dois mandatos desde 2012.

Trata-se dos juristas Agostinho António Santos, juiz do Tribunal Constitucional jubilado, Avelino Yululu, Manuel Pereira da Silva, actual presidente da Comissão Provincial Eleitoral de Luanda, Raul Araújo, também juiz do Tribunal Constitucional e Sebastião Jorge Diogo Bessa.

De acordo com a lista provisória dos candidatos admitidos ao concurso público curricular, publicada pelo Conselho Superior da Magistratura Judicial, Raul Araújo tem a candidatura condicionada à apresentação do comprovativo da condição de magistrado judicial, das avaliações, além de ter que juntar a cópia do Certificado de estudos.

De recordar que André da Silva Neto, foi durante critico durante a divulgação dos resultados definitivos das eleições gerais de 23 de Agosto de 2017, o ainda presidente da Comissão Nacional Eleitoral, disse na altura com sorriso no rosto "isto agora é que vai doer".

Os resultados que definiram assim o MPLA, como vencedor com 61, 07% dos votos, que permite continuar a dominar o parlamento com 150 deputados, contra os 70 da oposição.

Fonte: Jornal de Angola e Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS