Alerta: Está proibido o consumo de Super Black em Angola
As autoridades angolanas alertam os cidadãos a denunciarem a venda do produto da marca Inecto Super Black, considerando perigoso e pode colocar em risco a saúde da pele dos consumidores.

De acordo com o Instituto Nacional de Defesa do Consumidor, Inadec, o creme de coloração de cabelo comercializado pela Emaxicom e nos mercados informais, com as características em referência, apelando à denúncia da comercialização do mesmo.

Uma nota de imprensa enviada à fonte da Angola-Online, indica que o código de barras da embalagem não corresponde ao original da caixa, descrito no lote nº 6002058007226, além de ter sobreposição de data em película auto-colante, estando a ser vendido com prazo de expiração em Fevereiro de 2020, o que não é verdade.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS