Agente da Policia acusado de disparar contra noiva foi detido
Um agente da Polícia Nacional acusado de ter disparado contra a noiva, há dois dias, causando ferimentos graves na cabeça e pescoço, no município de Viana, em Luanda, foi detido na quarta-feira por operacionais do Serviço de Investigação Criminal.

O facto foi confirmado hoje, quinta-feira, à fonte da Angola-Online, pelo director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação provincial do Ministério do Interior, intendente Mateus Rodrigues.

A vítima, de 27 anos, foi atingida com um disparo de pistola na região do nariz, tendo a bala atravessado os maxilares e se alojado na região do pescoço.

Devido a gravidade dos ferimentos, a mulher encontra-se internada nos cuidados intensivos do Hospital Américo Boavida, onde foi submetida a duas intervenções cirúrgicas.

O agente, que tinha o casamento marcado para este ano, cometeu a acção na residência dos pais, onde o casal vivia há sete meses.   

O suposto atirador, agente de terceira, pertence a Unidade de Protecção de Individualidades Protocolares (UPIP), de 30 anos, meteu-se em fuga, logo depois do acto.

Fontes ligadas a família da vítima confidenciaram que o acusado manifestava-se agressivo e já havia agredido a noiva mais de uma vez.

O sociólogo Abel Chico aconselha as vítimas de agressão a denunciarem o  facto de imediato logo que se registe o primeiro sinal de violência doméstica, pois este fenómeno deve contar com a participação de todos.

Entretanto, nas últimas 24 horas, a Polícia em Luanda deteve 25 cidadãos envolvidos em diversos crimes, apreensão de uma arma de fogo e artefactos utilizados para a realização de crimes.

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS