1.º de Agosto deve apresentar queixa na FIFA
Os militares perderam ontem em Tunis, com o Esperance por 2-4, com uma péssima exibição do árbitro zambiano Janny Sikazwe, impedindo assim o 1º de Agosto atingir a final da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol.

De acordo com alguns adeptos em entrevista à Angola-online, o 1.º de Agosto deve avançar com uma participação à FIFA, contra o árbitro zambiano Janny Sikazwe, que representou o continente africano no último mundial da Rússia.  

Na sua página do Facebook, o campeão nacional escreveu “o que se registou no desafio no estádio Olympique de Rades, foi um escândalo e atentado a modalidade “Rei”, tudo na ânsia do zambiano em prejudicar o esforço e empenho honesto da equipa Angolana na qualificação para a final”.  

Situações do género contribuem negativamente para a imagem da modalidade e sua transmissão televisiva, deve suscitar da parte das instituições internacionais, como a Confederação Africana de Futebol (CAF) e mesmo à FIFA. 

Angop e Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS