Vanda Mãe Grande uma certeza do rapper angolano
Depois do seu surgimento, o rap feito por Mulheres sofreu muitas quedas, no seu percurso adormeceu, enfraqueceu, mas recentemente voltou a ganhar o seu espaço. Vanda Mãe Grande é uma das referências no rap por esta conquista.

Vencedora do prémio “Rapper Revelação do Ano”, em duas edições consecutivas do Hip Hop Music Awards. A sua beleza e o look peculiar, sempre acompanharam as suas habilidades e a forma como consegue interiorizar as suas rimas.

Ela realmente já é uma certeza do rap, Vanda é o seu nome verdadeiro, a mesma acrescentou a “Mãe Grande” como seu nome artístico, por influência de um amigo. Há quatro anos a fazer rap, é energética e pretende singrar no estilo que a inseriu no mercado musical, a mesma pretende ajudar a sociedade transmitindo mensagens educativas e motivadoras.

§ Depois de deixar a sua terra natal, em busca de novas desafios. A estadia em Luanda tem corrido como esperado?

Olha, foi um tudo ou nada. Até agora tenho conhecido muita gente que directa ou indirectamente me tem apoiado para concretização dos meus trabalhos. Quando assinei o contracto com a MP3, na altura ainda vivia em N´dalatando, Kwanza Norte, e tinha a obrigação de todas semanas vir em Luanda gravar, e as gravações duravam horas e horas, e as vezes passava noites no estúdio. Razão pela qual, decidi ficar por cá, sendo aqui o centro onde tudo acontece e, de certa forma estarei próximo daquilo que eu mais gosto de fazer (música).

§ Pensas um dia sair do Centro? Por uma outra razão especial.

Mais especial que o rap? Risos… Não!

O nosso país é tanto quanto dependente da capital, e dificilmente haverá uma mudança significativa para reverter este quadro.

§ Como surge a ideia de fazer a Mixtape com 18 faixas musicais?

Eu sou uma pessoa muito focada ao trabalho, eu trabalho muito e nunca me canso de trabalhar. Tenho uma equipa muito coesa, que ajudam-me bastante a desenvolver o meu trabalho e eu consigo gravar duas ou três músicas por dia. E ter uma obra com 18 faixas, não tem muita relevância para mim, porque o meu próximo trabalho, já conta com 50 músicas gravadas. E graças a Deus esta mixtape abriu-me muitas portas.

§ Em que fase está a gravação do CD?

Felizmente já temos tudo bem adiantado. Colocaremos 18 faixas inéditas, mas, de momento estamos em negociações com as promotoras. O álbum esta muito bom, e chamar-se-á «Eximia», porque procuramos reunir elementos com habilidades acima da media, e eles deram o melhor de si, tornando o álbum uma verdadeira Eximia. 

 § Foi difícil? Contou com o apoio de músicos conceituados?

Nem por isso. Porque a ideia inicial era lançar um EP, mas no decorrer da gravação fomos obrigados a transforma-lo em álbum. Considero este álbum extraordinário, pelo facto de ter trabalhado com grandes nomes do nosso mercado, nomes como: Emanuel Kanda, Totó, Kid Mc e muito mais.

§ Já conseguiu algum patrocínio para o álbum?

Ainda não tenho um patrocínio oficial para o lançamento do meu álbum. Mas, já recebi várias propostas e só tenho é que escolher qual será a melhor proposta. 

§ Para quando o lançamento do álbum?

Para breve. Mas muito breve mesmo, ainda sem datas ou quaisquer previsões de lançamento.

§ Cantas há quatro anos, tens alguma formação no ramo?

Não propriamente. Fui aprendendo com a experiência e dicas de pessoas mais experientes e ensaios na igreja. Mas gostaria mesmo um dia desses fazer uma formação.

§ Se fosse convidada para participar no trabalho discográfico de um artista de outro estilo musical, aceitarias?

Eu não sou muito apologista com as fusões, também não só contra quem o faz. E se for para participar numa música que não fosse o rap, dependeria muito da causa e do tipo da mensagem, enfim. Mas traria sempre o meu rap comigo.

§ Tens algum momento ou tempo especial para escrever as suas músicas?

Eu não conseguiria citar detalhadamente um momento especial, porque isso, depende muito do meu estado de espírito, para o êxito destas concretizações só tenho é que agradecer o meu director artístico, ele tem me ajudado muito.

§ Setivesse que citar alguns músicos de referência quem seriam?

Conheço vários, como referências tenho o Kool Kleva, Girinha, Khris A Mc, e tantos outros.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS