Qual é a origem do beijo na boca?
Há sempre um começo para tudo, então onde surgiu o beijo na boca?
Viaja na história connosco para entender o presente.

Qual a origem do beijo na boca?

Historiadores não identificam uma data exata. No entanto, as primeiras referências remetem a 2.500 a.C. as carícias aparecem em colagens nas paredes dos tempos de Khajuraho, na Índia. 

Mas o beijo na boca nem sempre foi uma forma de demonstrar carinho, o acto teve muitos significados durante a história e ainda hoje é encarado de diferentes maneiras em cada sociedade. 

Do antigo beijo grego ao beijo-axila, conheça a história do beijo

Beijo grego e persa na antiguidade, os homens persas do mesmo nível hierárquico trocavam beijos na boca em sinal de respeito. Caso um dos homens fosse de um nível inferior, deveria beijar o rosto do outro. 

Na Grécia antiga, por volta de 300 a.C., a hierarquia também determinava onde beijar. A quem fosse da mesma classe, era permitido trocar um beijo no rosto ou na boca; agora, quem fosse considerado inferior deveria se contentar com um beijo no rosto.

Outras curiosidades

Para homenagear os deuses, os gregos passavam as pontas dos dedos na boca e tocavam em obras de arte. Era uma demonstração de respeito e amizade aos deuses.

 Antigamente, na Escócia, o padre beijava os lábios da noiva no final da cerimônia de casamento. Dizia-se que a felicidade conjugal dependia dessa bênção. Depois, na festa, a noiva deveria circular entre os convidados e beijar todos os homens na boca, que em troca lhe davam algum dinheiro.

Beijo francês é aquele em que as línguas se entrelaçam. Também é conhecido como beijo de língua. A expressão foi criada por volta de 1920. Na França, o beijo francês é conhecido por beijo inglês.

 O americano Alfred A. E. Wol estabeleceu o recorde mundial de beijos. Ele beijou 8.001 pessoas em oito horas.

Então agora achou, que já podes beijar a vontade o/a seu/sua amado (a), bom beijo e beija com juízo.

Texto de Zidane Gumbe

REAÇÕES

COMENTÁRIOS