Os Tropicais: Os patrocinadores são importantes, mas os artistas não devem se apegar muito a eles
Depois da nomeação no Top Rádio Luanda 2016, na categoria ‘’Voz Revelação’’, o grupo ‘’Os Tropicais’’, formado há 4 anos em Benguela, vê Luanda como o lugar ideal para alicerçar o seu sucesso.

Entrevistados pela nossa equipa, o grupo do estilo musical Zouk, composto por José Tropicall e Lucas Tropicall, não escondeu o desejo de permanecer em Luanda e garantiu-nos que na capital angolana (Luanda), as portas estão a se abrir.

Confira na íntegra toda a entrevista concedida a ANGOLA-ONLINE:

Depois da instalação do grupo em Luanda, e conseguir alguma visibilidade, qual será o vosso outro passo?

Esta é uma pergunta um pouco complicada, mas como todo artista, nós vamos trabalhar sem pensar em passos e deixar as coisas andarem naturalmente, mas contudo, vamos estar em programas (televisivos, radiofónicos, etc.) e em espectáculo. Vamos mostrar as nossas músicas ao público, o resto a natureza se encarrega.

Para materialização de qualquer trabalho é necessários apoios, já têm um patrocinador? 

Neste momento não temos nenhum patrocinador oficial. Trabalhamos com base apoios familiares e dos espectáculos que temos feitos. Os patrocinadores são importantes, mas os artistas não devem se apegar muito a eles, porque quando isso acontece, ficamos quase sem fazermos nada, então nós temos que aprender a nos virar com o pouco que temos.

Apesar de entrarem agora no mundo da música e terem vindo ganhar destaque, bem como participarem em alguns concertos. Já têm conseguido viver da música?

É como todo negócio, tudo parte de uma boa gestão e uma boa organização acima de tudo. Estamos a dar os primeiros passos no que diz respeito a viver da música, ainda não a 100%, mas conseguimos suprir algumas necessidades com a música. O nosso maior sonho é viver da música, e nos tornarmos excelentes profissionais da música.     

O número de músicos que fazem o estilo Zouk tem aumentando cada vez mais no nosso mercado. Sentem-se pressionados com o surgimento de músicos que fazem o mesmo estilo musical que vocês?

Não, pressão não! Cada um tem o seu objectivo, o seu foco e há público para todo artista, nós não sentimos pressão alguma. Trabalhamos na maneira que achamos correcta e aplaudimos o trabalho dos outros.

Será que há uma boa qualidade na produção nacional?

Sim há, mas os dias de hoje os músicos procuram por uma boa qualidade na sonorização a nível internacional e é por esta razão que optamos pelos produtores internacionais, nomeadamente na Europa e nas Américas.

O que se deve fazer para que se tenha excelentes profissionais nacionais?

É investirmos na formação dos engenheiros de som. O nosso país carece de profissionais nesta área, motivo pelo qual, muitos artistas optam pelo mercado estrangeiro. Mas contudo, temos bons guitarristas e pianistas.

Qual foi a sensação que o grupo sentiu ao saber que foram nomeados no Top Rádio Luanda 2016?

Foi com bastante alegria! Nós não sabíamos de nada, estávamos na inocência quando de repente um amigo próximo ligou-nos e nos transmitiu o recado. Esta participação no top Rádio Luanda 2016, mostra que o nosso trabalho está  ser reconhecido.

Onde é que têm feito a divulgação das vossas Músicas?

Neste momento nós divulgamos o nosso trabalho nos espectáculos, e na internet. Hoje o mundo está cada vez mais digitalizado, por esse motivo é que trabalhamos mais com a internet. O nosso Max Single foi lançado em forma digital, em Maio do ano passado, no ITune, Sport Fy, no Amazonas e em outras plataformas digitais mundiais… Graças a Deus temos vendido bem. Também postamos os nossos vídeo clipes e de espectáculos no Youtube.

E têm ganho muito com os downloads?

Graças à Deus temos ganhado alguma coisa, que nos facilita fazermos algumas coisas.

Que palavras de incentivo gostariam de endereçar aos jovens músicos que estão na luta pela divulgação dos seus trabalhos, tal e qual os Tropicais.

Existem duas palavras que de caracterizar um artista, ‘’coragem e Fé’’. Porque é com a coragem que devemos lutar e com a Fé que devemos vencer.

Para terminar, que mensagem deixam para os vossos admiradores?

Primeiro agradecemos a todas pessoas que nos apoiam e pedimos que continuem a nos apoiar e nós continuaremos a nos esforçar para lhes proporcionarmos boas músicas.

Para quem quiser seguir o grupo, basta seguir o canal no Youtube ‘’Os Tropicais Angola’’, e também pelo facebook (Artistas Angolanos), seguem nos e terão boas músicas.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS