Kamaria de 10 anos de idade cria negócio para meninas negras
Kamaria Warren, uma menina de 10 anos, com a ajuda da sua mãe, dirige uma empresa que fábrica materiais escolares, entre outros produtos, para meninas negras.

"Todas as crianças devem perseguir seus sonhos, inclusive se acreditam que a ideia de negócio não funcionará", disse a jovem empreendedora. 

A empresa de Kamaria, que tem o nome de Brown Girls' Stationary, vende cadernos, cartões, mochilas, guarda-chuvas e cortinas de banhos, entre outros itens, com a imagem impressa de meninas negras que ela mesma desenha.

Também cria objectos para meninas com vitiligo (doença de pele caracterizada pelo surgimento de manchas brancas) ou em cadeiras de rodas, com o propósito de que se sintam identificadas com os produtos.

A empresa nasceu em 2015 porque Kamaria não se sentia representada pelas marcas que via na TV.

"Comecei meu negócio com minha mãe porque queria criar produtos com que outras meninas negras pudessem se relacionar", ela diz.

Os pedidos não vêm só dos EUA, mas também de países distintos como Canadá, Alemanha e Austrália, entre outros.

Após o crescimento do negócio, Kamaria que se define como a "mini CEO", foi chamada por várias escolas para falar e inspirar outras crianças sobre a importância do espírito empresarial.

Nos últimos três anos, a empresa ganhou mais de 10 mil dólares e desde o ano passado alcançaram mais de 2,5 mil dólares em vendas. 

Fonte: BBC

REAÇÕES

COMENTÁRIOS