Jovem foge namorada por ter excitação exagerada
Amanda McLaughlin, de 23 anos, padece de uma doença rara. Trata-se de excitação genital persistente que obriga ter relações sexuais permanentes. Situação que desconforta o seu parceiro.

Amanda McLaughlin, de nacionalidade inglesa, padece de excitação persistente desde os seus 13 anos, que a deixa constantemente excitada, o que a faz pedir para ter relações sexuais com o parceiro sempre que possível.  

"Quando eu tinha 13, 14 anos, percebi que havia algo de errado comigo. Mas ninguém deu atenção. E eu sempre dizia que queria sexo, queria orgasmo", lembra ela. "Dos 15 aos 18, me masturbava muito mais do que uma garota normal da idade", contou.

Jojó, namorado da Amanda, há quase um ano, sente-se constrangido com esta situação, mas disse sempre deu o seu apoio a sua parceira, que já está a receber a assistência médica nos Estados Unidos com 30 diferentes tipos de medicamentos para tentar diminuir o sofrimento.

"As relações são muito difíceis de manter, ainda mais com esta doença. Mas o JoJo e eu estamos juntos há mais de um ano e ele nunca me julgou", concluiu a Amanda. 

Fonte: Catraca Livre

REAÇÕES

COMENTÁRIOS