Jornalista crítica apresentadoras da TPA
O conselheiro da Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (Erca), Carlos Raimundo Alberto, recorreu as redes sociais para lançar duras criticas as apresentadoras da Televisão Pública de Angola, pela forma como se apresentam diante do público.

Na sua conta do Facebook, visita pela Angola-Online, Carlos Alberto, fala em tipo e cor da roupa que se pode usar nos programas jornalísticos de uma televisão séria. 

“Tipo e cor de blusa que não se usa num jornal de uma televisão séria. O batom também está muito berrante, para além das pulseiras que chamam atenção. Tudo isto faz tirar o foco do telespectador. O papel do (a) apresentador (a) é comunicar. Se a mensagem não passa, tudo é reduzido a zero", fez saber. 

As criticas de Carlos Alberto, surgem depois da apresentadora da TPA, Regina Reis, numa das edições do Telejornal, usou uma blusa azul, batom de cor forte e jóias. 

O figurino nos programas jornalísticos de televisão é relevante e obriga os profissionais a levar em conta o que vestir. 

Numa outra publicação, Carlos Alberto, critica duramente a apresentadora do programa Janela Aberta, da TPA, Dinamene Cruz.

“A apresentadora da TPA, Dinamene, é das que não percebem bem qual o seu verdadeiro papel na condução de um debate televisivo. Ela impõe, também, a sua opinião pessoal aos convidados. Não consegue promover debate (ideias distintas)”, disse.

De acordo com conselheiro da Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (Erca), “falta-nos, em Angola, boas referências neste aspecto. Precisamos de apostar muito na formação”.

Fonte: Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS